Dicas de Leitura

Quando a Bela domou a Fera – Eloisa James

postado em abril 12, 2019

Bom dia queridos leitores!!! Hoje trago mais uma releitura do meu conto de fadas favorito: A Bela e a Fera… vem comigo viajar neste romance da Eloisa James….

Sinopse

“Nada me faz correr para uma livraria mais rápido do que um romance novo de Eloisa James.” – Julia Quinn
Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, Quando a Bela domou a Fera é uma deliciosa releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos.
Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.
Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?

Resenha

Que sou apaixonada pelo conto da Bela e a Fera muitos já sabem, então não é surpresa a resenha de hoje, ” Quando a Bela domou a Fera” é de certa forma baseado no conto, mas de um jeito bem diferente das outras obras que li até agora e isso foi para lá de gratificante para mim…

Linnet Berry Thrynne (a nossa Bela) tinha dentes perolados e um rosto tão lindamente esculpido que os anjos chorariam de inveja, grandes olhos azuis, uma boca carnuda rosada, cabelos ruivos claríssimos e uma aveludada perfeita, assim como a Bela do conto original Linnet adorava ler, tinha uma inteligência ímpar e não tinha medo de grosseiras,  berros e palavras duras, ela era meiga quando tinha que ser, corajosa, paciente e possuía muita bondade em seu coração,  ou seja, ela era linda, tão linda quanto o sol e a lua, mas era mais linda ainda por dentro…

Ela era um destaque da Temporada em Londres, mas uma escolha infeliz de um vestido, e ao ser pega aos beijos com o Príncipe Augustus, fizeram com que ela acabasse difamada pela sociedades, todos acreditaram que ela estava grávida (o maldito vestido dava a impressão dela estar com 5 meses)… e isso levou a nossa Bela até a nossa Fera…

Piers Yelverton, conde de Marchant e herdeiro do duque de Windebank, é um médico brilhante, ou ao menos é o que todos dizem, mas tem o temperamento de um demônio, tinha um corpo formado por musculos sólidos, uma altura e um porte imoressionante, olhos azuis gelados – como um inverno rigoroso, um rosto bruto, sempre com uma carranca, em resumo: uma Fera.

Todos diziam que o Conde era impotente, e por isso a família peculiar de Linnet teve a brilhante idéia de procurar o Duque para propor um casamento entre os dois, afinal isso “resolveria” o problema das duas família,  afinal o Duque precisava de jm neto para dar continuidade ao seu legado, mas o mais irônico desta situação era que Linnet não estava grávida,  ela nem ao menos chegou perto do ato que poderia resultar em uma gravidez… isso sem dúvida alguma me rendeu boas risadas…

“Ela deu a si mesma duas semanas para garantir que seu noivo (quem sabe, até lá, marido) estivesse desesperadamente apaixonado por ela e, então, tinha a intenção de confessar que não estava, de fato, grávida.”

Mas Piers sendo Piers assim que colocou os olhos em Linnet soube que ela não estava grávida,  e isso deu sequência a um tipo de amizade, repleta de diálogos cínicos e extremamente engraçados,  eu me diverti muito com o desenrolar deste livro, mas nem só de risadas, eu também fui as lágrimas com os trechos finais, as suas páginas estão repletas de muitas emoções.

“Quando a Bela domou a Fera” possui 320 páginas, foi publicado em março de 2017 pela Editora Arqueiro.

Esse é o primeiro livro de Eloisa James que eu tenho a oportunidade de ler e gostei muito da forma como ela escreve, seu texto é divertido, bem elaborado, e nesta obra em específico repleto de termos técnicos,  afinal a nossa Fera é um renomado médico, com certeza so posso indicar a leitura e afirmar que lerei em breve outros livros da autora.

Eloisa James escreveu seu primeiro romance depois de se formar em Harvard, mas o manuscrito foi rejeitado por todas as editoras. Depois de obter mais alguns diplomas e arranjar emprego como professora especializada em Shakespeare, ela tentou novamente, dessa vez com mais sucesso. Mais de 20 best-sellers depois, ela dá cursos sobre Shakespeare na Fordham University, em Nova York, é mãe de dois filhos e, numa ironia particularmente deliciosa para uma autora de romances, é casada com um legítimo cavalheiro italiano.

 

E este foi o Post de hoje!!!! Obrigado pela visita e até a próxima!!!!

 

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *