Dicas de Leitura

Brumas do Tempo – Highlanders Livro 1

postado em março 12, 2018

 

Bom dia meus Amores, hoje trago uma autora nova aqui para o meu blog, Karen Marie Moning, e o primeiro livro que resolvi ler dela foi Brumas do Tempo, vem comigo vivenciar a magia das Highlanders!!!!

 

 

Sinopse

Ele venderia sua alma guerreira para possuí-la. O primeiro volume da série Highlanders

Um sedutor lorde escocês…
Ele é conhecido no reino como Falcão, o lendário predador nos campos de batalha e na cama. Nenhuma mulher resiste ao seu toque, mas nenhuma jamais conseguiu mexer com o coração dele — até uma fada vingativa tirar Adrienne da Seattle dos dias de hoje e transportá-la para a Escócia medieval. Presa em um século que não é o seu, ousada demais, franca demais, Adrienne representa um desafio irresistível para esse conquistador do século XVI. Forçada a se casar com Falcão, Adrienne jura manter distância do marido — mas o poder de sedução dele vai destruir lentamente a determinação dela.
Uma prisioneira no tempo…
Adrienne tem o “não” na ponta da língua para o notório lorde escocês, mas Falcão jura fazê-la sussurrar seu nome com desejo, implorando que ele a incendeie de paixão. Nem mesmo as barreiras do tempo e do espaço o impediriam de conquistar o amor dela. Apesar das incertezas sobre seguir seu coração apaixonado, a hesitação de Adrienne não é páreo para a determinação de Falcão de mantê-la a seu lado.

 

 

Resenha

 

A estória começa na Escócia em Fevereiro de 1513, quando a rainha das fadas Aoibheal, movida para provocar ciúmes entre o seu rei e esposo Finnbheara, juntamente com o bobo da Corte das Fadas: Adam Black, dá a entender que existe um homem na terra que foi capaz de provocar o seu “desejo” e que esse humano se chama Falcão, foi o que bastou para dar inicio a uma trama de vingança engendrada pelo bobo da corte e seu rei!!!!!

ESCÓCIA 1º DE ABRIL DE 1513

Sidheach James Lyon Douglas, vulgo Falcão, terceiro conde de Dalkeith, é um homem perfeito em sua beleza, eu seu carisma, em seu poder como guerreiro, ou seja, esta acostumado a ter qualquer mulher que deseja em sua cama, apesar de isso não o satisfazer a muitos anos, ele procura por algo mais, uma mulher que seja diferente, e seus mais secretos segredos estão para serem atendidos, mesmo que venha como um castigo: amar sem ser amado!!!

Esse castigo começa quando Grimm (melhor amigo de Falcão) faz um pedido a uma estrela candente, e esse pedido foi ouvido pelo Bobo da Corte das Fadas, a partir daí ele parte em busca de uma mulher que atenda os requisitos necessários para fazer o nosso mocinho sofrer…

—Qual foi o seu desejo, Grimm? —Falcão ignorou o alerta com a costumeira atitude indiferente no que dizia respeito às mulheres.
Um sorriso lento deslizou sobre o rosto de Grimm. —Uma moça que não queira você. Que seja adorável; não, que seja linda de causar terremotos e ainda se mostre espirituosa e sábia. Uma de rosto perfeito e de corpo perfeito e que tenha nos lábios um “não”perfeito para você, meu amigo tão perfeito. E eu também desejo poder assistir à batalha.
Falcão deu um sorriso presunçoso. —Isso nunca vai acontecer.
Pois é, já ouvimos muitas vezes “Nunca diga nunca” não é mesmo??? Falcão em breve saberá bem disso!!!!
E foi assim que entra na estória a nossa linda Adrienne de Simone, ela morava em Seattle no ano de 1997, até que foi enviada para o passado em 1513, como lemos acima Adrienne era muito linda, dona de uma personalidade forte, e que possui uma inteligência impar, por mais que ser trazida para o passado remoto lhe custasse muitos neurônios, ela não enlouqueceu no processo e foi capaz de dar conta de todos os infortúnios que apareceram em seu caminho no processo.

— O mais importante, bobo: você deve encontrar uma mulher que nutra um ódio especial por homens bonitos e conquistadores; alguém que faça da vida desse mortal um inferno na Terra.

E este foi mais um requisito que Adrienne atendia com maestria, ela sofreu uma grande decepção amorosa no seu passado recente, Eberhard Darrow Garrett (seu ex) era um homem bonito, mulherengo, enganador — e tinha arruinado a vida dela. Depois de ter passado maus bocados na mão deste crápula, Adrienne jurou nunca mais se envolver com homens bonitos novamente, e posso dizer que ela era dura na queda…

Falcão foi obrigado pelo Rei James a se casar com Janet Comyn, a filha única do Clã Comyn, mulher louca que vivia trancada em uma torre pelo seu pai, mulher essa que pouquíssimas pessoas viram frente a frente, esse foi um dos castigos do Rei imposto a Falcão, por quem o rei nutria um ódio antigo.

A tal da Janet Comyn foi morta pelas mãos do próprio pai, e com uma ajudinha do Bobo das Fadas colocou a nossa Adrienne do futuro no lugar da falecida e foi assim que a união através do matrimonio uniu Falcão e Adrienne, mas já deu para perceber que essa união não será nada fácil, muito pelo contrário Falcão irá aprender como é difícil conquistar verdadeiramente uma mulher.
E claro que o Bobo da Corte não iria deixar o terreno para a conquista de Falcão, ele se personificou como o novo ferreiro do Clã, um homem tão lindo quanto o nosso próprio galã, denominado Adam Black, e ele fez de tudo para conquistar Adrienne.
Esse trio me rendeu boas risadas, algumas lágrimas e um pouquinho de raiva no decorrer das páginas, como de costume não vou relatar mais fatos sobre a estória, eu só indico a leitura. Eu sou uma apaixonada pelo Highlanders, procuro ler todos os romances que eu acho com esse tema, mas Brumas do Tempo não é o meu predileto e nem chega perto disso, acredito que o lado “místico” das Fadas não me agradou muito, mas vou ler o segundo livro da série para ver se a minha opinião muda com relação ao estilo que a autora adota no seus contos.
Brumas do Tempo possui 308 páginas e foi laçando em Setembro de 2017!!!

Karen Marie Moning nasceu em Cincinnati, Ohio, uma de quatro crianças. Graduou-se pela Universidade de Purdue com um Bacherlato em Lei e Sociedade. Depois de uma década a trabalhar no ramo da advocacia, ela deixou o seu trabalho para perseguir o sonho de ter uma carreira como escritora. Quatro manuscritos e inúmeros trabalhos em part-time mais tarde, O Beijo do Highlander foi publicado e nomeado para os prestigiados prémios RITA. As suas histórias já foram publicadas no The New York Times, USA Today e apareceram nas listas de bestseller do Publisher´s Weekly.
Karen conheceu o seu marido Neil numa viagem à Giorgia, de visita ao seu agente. Ele partilha com ela o seu amor por livros e colecciona primeiras-edições de livros de capa dura. Casaram-se em 2005 e agora partilham prateleiras de livros e uma vista de cortar a respiração na sua nova casa, nas montanhas de Blue Ridge.O dia de escrita ideal para Karen começa às 4:30 da manha “quando tudo está tão calmo que quase acredito ser a única pessoa no mundo”. Ela faz uma pausa de algumas horas para almoço e depois edita o que escreve durante a tarde. Quando lhe perguntamos sobre conselhos para aspirantes a escritores ela acrescenta à famosa frase: trabalha como se não precisasses de dinheiro, ama como se nunca tivesses sido magoado, e dança como se não estivesse ninguém a ver – “escreve como se não houvesse críticos”.

 

 

E este foi o Post de hoje!!!! Obrigado pela visita e até a próxima!!!!!

 

 

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *