Dicas de Leitura

O segredos de Colin Bridgerton – Julia Quinn

postado em março 03, 2017

 

Hoje trago mais uma resenha da minha amada Julia Quinn, conclui a leitura do 4° Livro da Série “Os Bridgertons” – Os segredos de Colin Bridgerton, está obra conta com 336 páginas e foi lançado em 2014!!! A resenha abaixo contem Spoiler, portanto se não tiver lido o livro aconselho não seguir em frente.

 

Sinopse

Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz. Em Os segredos de Colin Bridgerton, quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.

 

Resenha

 

Eu assumo que este foi o livro da Julia que mais amei até o presente momento, não só pelos deliciosos protagonistas como pelo fim do mistério que envolvia a nossa grande Lady Whistledown!!! Vem comigo, vou apresentar a vocês os nossos protagonistas através dos meus olhos!!!

Colin Bridgerton é sem dúvida nenhuma o Bridgerton mais aventureiro, carismático e cavalheiro que eu tive a oportunidade de conhecer literalmente, ele é lindo, sim claro, como todos do clã, mas ele tem um “Q” a mais, e foi delicioso ver o quanto ele se descobriu e se permitiu mudar e porque não encarar a vida de frente nesta obra.

Eu sempre gostei da Penelope Featherington, sempre achei que ela era um diamante bruto escondido atrás de vestidos horrorosos, e fiquei muito feliz ao descobrir que eu estava certa, ela é bonita de uma forma só dela, extremamente inteligente e ságas. Eu torci muito para ela se mostrar cada vez mais e criar a coragem necessária para tomar as rédeas da sua vida, coisa que ela fez (graças a Deus), e foi desta forma que ela conquistou o meu Bridgerton favorito!!!

Eu me apaixonei junto com eles em cada página que eu avançava!!! Foi lindo o amor que os dois construíram, e acima de tudo deixo a ressalva aqui da importância que tem um cônjuge que apóia incondicionalmente o outro, uma cena que marca muito bem esta passagem é sem duvida nenhuma: a revelação da identidade de Lady Whistledown (que na verdade era a Penelope) feita por Colin na grande festa dada pela Daphne, esta revelação tinha tudo para ser um grande escândalo e porque não dizer que acabaria de vez com a reputação de Penelope, mas as palavras e o apoio incondicional do Colin e de toda a família Bridgerton, fizeram daquele um evento marcante e magnífico.

É sempre maravilhoso para mim poder rever os personagens dos outros livros da série, me alegra o coração, em especial a maravilhosa Violet Bridgerton, que mãe!!!! Ela sem dúvida nenhuma é a personificação da mãe ideal ao meu ver, eu me delicio com todas as participações que ela faz nos livros, sem duvida é o grande pilar de sustentação do Clã!!!!

Assim como dou um destaque (mais de uma forma negativa) para a Sra. Featherington, que mãe horrenda, acredito que não tem cena capaz de descrever melhor isso, do que quando o Colin vai pedir a mão da Penelope em casamento, difícil tentar defendê-la na minha humilde opinião.

Os segredos de Colin Bridgerton segue o mesmo formato adotado pelos outros livros da Julia, ou seja, ele é escrito em terceira pessoa e alterna entre a visão dos protagonistas.

Acredito que de uma forma geral eu dei as minhas impressões sobre este lindo romance de época que faz meu coração voltar ao século XIX e sonhar com os bailes, os lindos vestidos, e porque não assumir aqui, com os Bridgertons!!!

Super recomendo está série, como eu mencionei nas redes sociais: eu nem tinha começado a ler, mas já tinha recomendado, pois Julia Quinn sem dúvida nenhuma é uma DIVA do romance de época.

O meu coração fica em estase ao saber que ainda tenho alguns livros dela para ler na minha estante virtual, ou seja, vamos ter muitas resenhas por aqui ainda!!!!

 

 

Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons.

É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.

 

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *