Dicas de Leitura

Sedução da Seda – Loretta Chase

postado em fevereiro 03, 2017

Bom dia meus Amores!!!

Hoje trago uma resenha sobre mais um Romance de Época, agora o escolhido é Sedução da Seda de Loretta Chase!!! Venha se apaixonar com a estória de amor de Marcelline e o Duque de Clevedon.

Sinopse

Talentosa e ambiciosa, a modista Marcelline Noirot é a mais velha das três irmãs proprietárias de um refinado ateliê londrino. E só mesmo seu requinte impecável pode salvar a dama mais malvestida da cidade: lady Clara Fairfax, futura noiva do duque de Clevedon. Tornar-se a modista de lady Clara significa prestígio instantâneo. Mas, para alcançar esse objetivo, Marcelline primeiro deve convencer o próprio Clevedon, um homem cuja fama de imoralidade é quase tão grande quanto sua fortuna. O duque se considera um especialista na arte da sedução, mas madame Noirot também tem suas cartas na manga e não hesitará em usá-las. Contudo, o que se inicia como um flerte por interesse pode se tornar uma paixão ardente. E Londres talvez seja pequena demais para conter essas chamas. Primeiro livro da série As Modistas, Sedução da seda é como um vestido minuciosamente desenhado por Loretta Chase: de cores suaves e românticas em alguns trechos, mas adornado com os detalhes perfeitos para seduzir.

Este foi o primeiro livro que leio desta autora, e eu gostei muito da estória, a escrita é muito bem elaborada e rica como se espera dos Romances de Época.

“Sedução da Seda” é o primeiro volume da série As Modistas de Loretta Chase. A série é composta por quatro livros: “Escândalo de Cetim“, “Volúpia do Veludo” e “Romance entre Rendas” sucessivamente. Nesse primeiro livo, iremos conhecer as irmãs Noirot: Sophia, Leonie e especialmente Marcelline, a mais velha das três e protagonista deste livro. Sedução da Seda conta com 304 páginas e foi lançado em 2016, mas bora conhecer os protagonistas:

Marcelline Noirot é uma mulher muito decidida, que sabe o que quer e faz tudo para alcançar seu objetivo, ela simplesmente não acredita no “impossível”. Dona de um talento nato para desenhar modelos de roupas a frente da sua época, ela luta todos os dias para conseguir a fama junto as damas da alta sociedade londrina. Entretanto, por mais que ofereça um trabalho exclusivo, nenhuma grande dama se tornou sua cliente, prejudicando assim os grandes sonhos de Noirot. Ela não deseja simplesmente dinheiro, ela almeja o devido reconhecimento de seu nome, com isso em mente ela planeja dar um golpe infalível no duque de Clevedon: persuadi-lo a vestir a futura duquesa com os seus modelos exclusivos. Mas ela não conhece pessoalmente ou de vista o nosso amado duque, visto que ele já tinha partido de Londres antes da sua chegada à cidade, portanto ela não estava preparada para o choque que seria encarar a sua beleza e enfrentar a sua obstinação diante do que ele deseja.

O duque de Clevedon passou um longo tempo fugindo das suas responsabilidades. Por ter herdado o título jovem demais, não sabia lidar com todas as atribuições do seu titulo. Por este motivo mesmo tendo certeza do seu amor por lady Clara, ele não sentia que era o momento certo para se casar e pôr fim a toda diversão que estava tendo em Paris, ainda mais quando ele conheceu a bela Marcelline. Diferente das mulheres que ele estava acostumado a lidar, ela era extremamente direta com aquilo que queria, dona de uma língua afiada e uma personalidade única, fez com que ele desejasse ela cada dia mais e mais, mesmo após ela revelar as verdadeiras razões para estar diante dele.

O romance dos protagonistas foi muito bem trabalhado. Todos os sentimentos estão todos lá, as claras. Foi para lá de agradável ver o relacionamento de ambos amadurecendo, somando os sentimentos junto com o desejo. Quanto mais eles negavam mais aquele amor ia aumentando. Como boa romântica que sou fiquei sonhando e esperando pelo primeiro beijo.

A narrativa de Sedução da Seda é divertida, surpreendente (exatamente por apresentar personagens diferentes das que costumamos ver em romances de época), irônica na medida certa, emocionante e para lá de apaixonante. Com certeza lerei os próximos volumes desta série, pode contar que terá futuras resenhas por aqui.

 

 

Loretta Lynda Chekani nasceu em 1949 numa família albanesa. Assim que aprendeu a escrever, passou a pôr no papel as histórias que inventava. Formou-se em inglês pela Clark University, onde trabalhou meio período como professora ao mesmo tempo que escrevia roteiros. Foi quando conheceu um produtor que a incentivou a publicar suas histórias. Os dois acabaram se casando. Com o sobrenome do marido, Loretta Chase vem publicando romances históricos desde 1987, pelos quais ganhou vários prêmios, inclusive dois RITA, da Associação Americana de Escritores de Romances, um deles por O príncipe dos canalhas, também publicado pela Arqueiro.

 

 

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *