Dicas de Leitura

Tão minha – Homens de Roterdã – Terceiro livro

postado em fevereiro 26, 2018

 

Bom dia meus Amores!!!! Hoje trago o terceiro livro da série Homens de Roterdã!!! Vem comigo conhecer essa nova estória de amor!!! Como sempre a Márcia Lima arrasou!!!!

 

 

 

Sinopse ​

Às vezes nem todo o amor do mundo é capaz de apagar as dores do passado… Quando o advogado Alexander Persen embarca de volta para sua cidade natal, ele inicia uma busca por seu verdadeiro eu. Neste regresso, ele leva consigo a pequena Louise, uma garotinha especial a quem dedica todo o seu amor. Não existe espaço para outra mulher na vida de Alexander até que na saída de uma festa, no centro comercial de Bruxelas, ele salva uma desconhecida de ser violentada. Alexander é um homem acostumado a não ter o primeiro prêmio. Vivendo de coadjuvante em sua própria vida, ele precisa de um tempo para viver o luto pela morte da ex-namorada, mãe de Louise. ​Aos trinta e poucos anos, ele não espera mais pelo amor. Seguro de que viverá apenas para a filha, ele encontra em Elisa o apoio que Alissa nunca lhe deu. ​Tristeza, solidão, medo, saudade, lembranças de outra vida. Sentimentos que marcam a alma de um homem cujo coração é tão puro que se recusa a endurecer. ​Será o amor suficiente para devolver a paz ao coração de Alexander? ​Quando a médica Elisa Bonneval regressa de uma missão em Angola, tudo que ela deseja é ficar em paz com os fantasmas do passado. Elisa não cria vínculos, nem raízes, exceto com seu melhor amigo, Harden, com quem divide parte de quem realmente é. Depois de anos se esforçando para manter as pessoas longe, o homem misterioso abre uma pequena fresta em seu coração. ​Elisa é uma mulher sem passado. Tudo que ela deseja é viver o mais longe possível de qualquer coisa que possa lembrá-la de sua antiga vida. Devotada aos seus doentes, Elisa não espera pelo príncipe encantado, mas ao ser salva na noite de Bruxelas ela começa a sentir pequenas fagulhas da garotinha que acreditava no amor. ​Violência, traição, medo, angústia, revolta, cicatrizes do passado rodeiam uma mulher acostumada a levar a vida salvando outras. ​Será um sentimento forte o suficiente para resgatar a fé de Elisa na humanidade? ​Unidos por um ideal comum, Alexander e Elisa vão descobrir que o amor é o mais forte dos sentimentos. Amor pelo próximo, compaixão, doação. Em busca de salvar a pequena Iana eles vão descobrir o caminho de sua própria salvação. ​ Unidos por uma fatalidade eles irão descobrir que não existe acaso quando tratamos de almas gêmeas. Uma chance, apenas uma, e tudo poderá ganhar novo rumo.

 

Resenha

Neste romance será contada a estória de amor entre o nosso príncipe Alexander (irmão da Laura e melhor amigo do Adrian) e da doutora Elisa.
Comecemos por falar um pouquinho sobre a nossa doutora Elisa Bonneval, ela já sofreu muito e tem uma vida marcada por um passado sombrio que danificou o seu coração e a sua fé na humanidade, mas por outro lado ela mantem um lado mais humano do que qualquer outro, que merece ser destacado e valorizado, ela trabalha com os médicos sem fronteira, vivendo em lugares precários e com alta periculosidade, com o único objetivo de ajudar os mais necessitados.
Minha mente materializou a garotinha dos cabelos castanhos com seu vestido de princesa. Ela tinha tantos sonhos. Ela queria se casar. Queria ter uma casa bonita, bem arrumada. Ela queria ser mãe – suspirei – aquela garotinha não existia mais. Ela havia morrido muito tempo atrás e eu não podia trazê-la de volta.
Elisa, possui lindos olhos cor de mel, cabelos escuros sedosos e macios, um corpo em forma, uma inteligência ímpar e como mencionei acima um coração partido que fazia com que ela fugisse do contato com as pessoas, mesmo seu melhor amigo (Harden) não conhecia os seus segredos, ela não falava sobre o passado, vivia somente o hoje, mas graças a Deus o futuro reservava outros planos para ela, e posso afirmar que as coisas começaram a mudar quando ela conheceu Iana (uma garotinha que tinha passado um inferno em Angola e por quem Elisa se apaixonou e decidiu adotar), depois ela foi salva de um estupro pelo nosso galã Alexander Persen e por ultimo e não menos importante o cachorro Peludo, ou seja, de uma vida solitária ela ganhou uma família completa, mas para que isso fosse possível ela teve que lidar com os seus fantasmas e deixar o passado no lugar dele – no passado, e dar uma chance para ser feliz no futuro.
Não vou relatar aqui sobre os fantasmas de Elisa, pois como vocês bem sabem eu não gosto de dar muitos spoilers, o meu intuito como sempre é despertar o seu interesse para ler a obra na íntegra. Mas vamos falar um pouquinho sobre Alexander.
Alexander Persen é como um príncipe dos contos de fada, um homem educado, inteligente, cortes e apaixonado, que se dedica aos outros antes de cuidar de si mesmo. Quem leu os dois livros anteriores sabem bem do que estou falando, e ele mais do que ninguém merecia ser feliz, afinal passou por maus bocados na mão de Alissa.
Ele se mudou há pouquíssimo tempo para a Bélgica junto com a sua única e pequenina filha Louise (que teve com Alissa), pois conseguiu o trabalho dos seus sonhos junto a ONU, mas por outro lado teve que ficar longe da sua família e dos seus amigos, contudo Alex é belga por natureza, e foi resgatar um pouco da sua infância, e com uma forcinha do destino conseguiu contratar a sua antiga baba para cuidar da sua borboletinha e da sua casa – a senhora Marta Babineaux (doce senhora que coloca amor em tudo o que faz, não existe pessoa melhor no mundo para ajudar a cuidar da pequena com Síndrome de Down).
E aqui temos mais uma ajudinha do destino pois Alexander e Elisa acabam por morar no mesmo prédio e vão se aproximando pouco a pouco e vencendo as barreiras. E para dizer a verdade qual mulher em sã consciência conseguiria resistir ao charme o doce coração de Alexander??? (somente a Alissa mesmo, mas essa era louca de pedra…kkkk)
– Lis – ele chamou mais uma vez, fazendo-me concentrar em seus olhos – eu quero viver com você aquele amor com o qual as pessoas sonham a vida toda. Aquele dos romances de Hollywood. Eu quero sentir meu coração em paz a cada dia, quando voltar para nossa casa e souber que você estará lá. Eu quero ser seu melhor amigo. Seu amante. Seu namorado. Seu cúmplice. Eu quero ser o homem que vai fazê-la esquecer de que algum dia eu não estive lá.
Bem, como já deu para perceber acabei me tornando uma grande fã da escritora Márcia Lima, o seu jeito de escrever e compôr a estória me cativou desde o primeiro livro, portanto eu indico a leitura desta obra sem medo de ser feliz!!!!
Tão Minha possui 281 páginas e foi lançado em Maio/2016.
Márcia Lima, paulista do interior com muito orgulho e arquiteta, com muita paixão. Minha história com livros começou aos sete anos, quando aprendi a ler e ganhei da minha mãe um livrinho chamado “Plic, Plic, o Barulho da Chuva”, desde então tudo isso só cresceu e cresceu. Acho que fui à única menina de onze anos á andar carregando um exemplar velho e surrado de “A Divina Comédia” por aí! A paixão por escrever nasceu, obviamente, da paixão por ler. Eu fechava os olhos e imaginava outras vidas, vidas parecidas com as que eu lia nos livros. Sempre quis ganhar o mundo, e escrever foi minha primeira grande viagem. No começo, eu escrevia fanfics e postava na internet. Um dia parei e pensei: “Preciso escrever algo que seja meu” e assim começaram a nascer às histórias que escrevo. Em tudo que escrevo, deixo um pedacinho de mim, seja em algo feliz, seja em algo que me fez sofrer e aprender. Não consigo escrever algo com o quê não me identifique. Talvez por isso minhas histórias sempre tenham pais e irmãos tão dedicados e amorosos – minha família sempre foi a minha base, e hoje, repetimos isso aqui em casa. Minha vida nunca foi um conto de fadas, e por isso meus livros também não são. Gosto de descrever as dificuldades e barreiras que as pessoas vencem por amor. Amor fraternal, amor carnal, amor maternal, paternal. Eu acredito que amar é a base da felicidade e tenho ao meu lado o melhor companheiro do mundo. Aliás, não fossem as louças lavadas e os miojos preparados por ele, eu não conseguiria escrever tanto! Meu marido sempre foi meu grande incentivador, e até quando discorda, ele me ensina a aceitar as diferenças e agora com o nosso pequeno Luiz as coisas ficaram ainda mais completas. O livro Tão Perto, primeiro que publiquei no Wattpad e que logo terá uma versão física, ganhou tanto espaço que se transformou em série, e agora são os Homens de Roterdã. Todo esse universo surgiu em uma viajem para Holanda e Bélgica, quando me apaixonei pelos lugares e pelo povo. Acima de qualquer coisa, meus livros são histórias de superação. De amor incondicional e de aceitação. As pessoas sempre me perguntam se eu me vejo nas mocinhas e eu sempre respondo que me vejo ainda mais nos mocinhos. Eu sou um pouco Adrian, um pouco Alex, um pouco John e tantos outros e eles são um pouco de mim. Estamos aprendendo juntos a lidar com os nossos gênios!

E este foi o Post de hoje!!!! Obrigado pela visita e até a próxima!!!!

 

 

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *