Dicas de Leitura

Tão perto – Série Homens de Roterdã – Volume 1

postado em fevereiro 12, 2018

 

Bom dia meus Amores!!!! Hoje venho dividir com vocês uma agradável descoberta nacional, estou falando de Márcia Lima e sua maravilhosa série: Homens de Roterdã, segue abaixo o Volume 1 – Tão Perto!!!! Vem comigo!!!!

 

 

Sinopse

Quando tudo que se pode fazer é confiar, uma pergunta se torna necessária:

“Até onde você iria por amor?”

Quando um misterioso executivo cruza o caminho da advogada Laura Soares, ela descobre que não existem limites que não possam ser cruzados por amor.
Aos 26 anos, e com uma historia de vida conturbada e cheia de cicatrizes, Laura está feliz com sua vida tranquila, sua gata e seu pequeno apartamento térreo em Amsterdã.
Os primeiros anos de formada não são exatamente como ela espera e, depois de cair em um escândalo de corrupção, o caso Van Galagher parece de longe, tudo que Laura precisa para limpar sua ficha e tornar-se uma advogada reconhecida na Holanda. O que Laura não espera é que em uma brincadeira do destino, toda a sua vida controlada venha abaixo, junto com um copo de café. Ao aceitar um caso internacional de restituição de guarda, Laura não espera encontrar do outro lado da mesa o homem que foi capaz de mexer com seus sentimentos com nada mais que uma trombada.
Quando a garota dos cabelos castanhos tropeça em Adrian no centro de Amsterdã, a única coisa que passa por sua mente é que ela seria a ultima coisa de que ele precisa. Jovem, doce e cheia de sonhos – tudo que ele não é mais. Depois de 37 anos e um casamento destruído, tudo que ele espera é ter seus filhos de volta.
Forçado a aceitar um acordo, ele tem em Laura a única possibilidade de encurtar os passos até seus objetivos.

“Um acordo seria o suficiente para manter seus corações á salvo?”

Dispostos a não deixar a razão de lado, Adrian e Laura vão descobrir que nem tudo pode ser controlado. Traumas, ciúmes, medos, magoas, sentimentos que levarão a amizade e a confiança às maiores provas e despertarão um amor que nenhum dos dois está dispsto a sentir.

“Então eu preciso de uma caneta, Sr. Galagher. E acho que preciso de um anel”.

Resenha

 
Como mencionei logo acima, este é o primeiro livro da série e conta a estória de amor de Adrian Van Galagher e Laura Soares, vamos descrever os nossos protagonistas:
 
Adrian Van Galagher, holandês, donos de ombros largos, pele clara e uma barba bem aparada que oscilava entre o castanho claro e o louro e a boca mais linda que um homem pode ter, olhos castanhos, levemente esverdeados. Estreitos e profundos como se o mundo o entediasse. Adrian é sem duvida nenhuma um belo exemplar masculino, um homem muito bonito, poderoso, enigmático, que me cativou desde as primeiras linhas, mas acima de tudo o que mais me encantou nele foi a forma como ela era um ótimo pai, sim PAI, de três lindas crianças: John, Hanna e Collin, me apaixonei pelas nuances de Adrian, ao mesmo tempo implacável nos negócios e na conquista, e no outro ponto carinhoso, dedicado, amoroso para com os filhos. Já deu para perceber que não teremos um personagem agua com açúcar, teremos um homem de verdade, marcado por muitas cicatrizes, mas que não posso deixar de ficar feliz, pois são elas que formam Adrian Van Galagher como ele é!!!!
Fechei os olhos, sentindo finalmente sua cabeça pender contra o meu peito, soltei o ar devagar, jurando que nunca mais me permitiria estragar a vida de alguém. Eu viveria por eles. Eu os protegeria. Cuidaria deles. Eu seria o pai que não havia sido até agora. Eu seria o pai que o meu não foi. Eu nunca mais me permitiria ser levado por sentimentos. Nunca mais.
 
Agora vamos falar da nossa linda Laura Soares, brasileira, dona de lindos olhos castanhos, uma boca bem desenhada e suculenta, pele clara, cabelos longos escuros, recém formada na faculdade de direito em Amsterdã, trabalha em um escritório de advocacia no Centro, uma advogada brilhante, mas que teve um escândalo recente envolvendo um caso em que defendia que acabou por prejudicar a sua imagem e do seu escritório por assim dizer.
Mas como dois se conheceram??? Simples um esbarrão na frente de uma cafeteria que acabou por sujar toda a camisa de Adrian de café, e este encontro foi forte, resultou em uma boa noite de senhos quentes para ambos os nossos personagens, mas não acabou aí, claro que não, esse foi só o pontapé inicial do destino, Adrian contratou especificamente Laura no escritório para ajuda-lo a reaver seus filhos que se encontravam no Brasil com a sua ex-sogra Margarida.
 
Mas a relação dos dois não foi fácil, pois Adrian não é um homem nada fácil, ele é egoísta, egocêntrico, impulsivo, mandão, enfim, ele possui muiiiiittttoooosss defeitos, mas o amor verdadeiro supera tudo não é???
 
Mas não espere que ele consiga resolver todas as suas crises em apenas um livro não, o casal passa por muita coisa, muitas alegrias, muitas cenas que me fizeram querer bater nele, mas acima de tudo muito amor, por Laura, pelos filhos e claro por Alexander (seu melhor amigo da vida toda).
Não vou encher aqui de Spoilers, mas o que posso dizer é que esta série foi uma grande alegria para mim e que indico a leitura sem medo de ser feliz!!!
Eu tinha a felicidade em minhas mãos e eu não a deixaria escapar por entre os dedos. Eu a manteria ali, dentro do meu abraço, tão perto.
Tão Perto possui 362 páginas e foi lançado em fevereiro de 2015!!!! Um livro que se passa nos dias atuais, muito bem escrito, com personagens intensos e cativantes, com uma ótima revisão ortográfica.
Márcia Lima, paulista do interior com muito orgulho e arquiteta, com muita paixão. Minha história com livros começou aos sete anos, quando aprendi a ler e ganhei da minha mãe um livrinho chamado “Plic, Plic, o Barulho da Chuva”, desde então tudo isso só cresceu e cresceu. Acho que fui à única menina de onze anos á andar carregando um exemplar velho e surrado de “A Divina Comédia” por aí! A paixão por escrever nasceu, obviamente, da paixão por ler. Eu fechava os olhos e imaginava outras vidas, vidas parecidas com as que eu lia nos livros. Sempre quis ganhar o mundo, e escrever foi minha primeira grande viagem. No começo, eu escrevia fanfics e postava na internet. Um dia parei e pensei: “Preciso escrever algo que seja meu” e assim começaram a nascer às histórias que escrevo. Em tudo que escrevo, deixo um pedacinho de mim, seja em algo feliz, seja em algo que me fez sofrer e aprender. Não consigo escrever algo com o quê não me identifique. Talvez por isso minhas histórias sempre tenham pais e irmãos tão dedicados e amorosos – minha família sempre foi a minha base, e hoje, repetimos isso aqui em casa. Minha vida nunca foi um conto de fadas, e por isso meus livros também não são. Gosto de descrever as dificuldades e barreiras que as pessoas vencem por amor. Amor fraternal, amor carnal, amor maternal, paternal. Eu acredito que amar é a base da felicidade e tenho ao meu lado o melhor companheiro do mundo. Aliás, não fossem as louças lavadas e os miojos preparados por ele, eu não conseguiria escrever tanto! Meu marido sempre foi meu grande incentivador, e até quando discorda, ele me ensina a aceitar as diferenças e agora com o nosso pequeno Luiz as coisas ficaram ainda mais completas. O livro Tão Perto, primeiro que publiquei no Wattpad e que logo terá uma versão física, ganhou tanto espaço que se transformou em série, e agora são os Homens de Roterdã. Todo esse universo surgiu em uma viajem para Holanda e Bélgica, quando me apaixonei pelos lugares e pelo povo. Acima de qualquer coisa, meus livros são histórias de superação. De amor incondicional e de aceitação. As pessoas sempre me perguntam se eu me vejo nas mocinhas e eu sempre respondo que me vejo ainda mais nos mocinhos. Eu sou um pouco Adrian, um pouco Alex, um pouco John e tantos outros e eles são um pouco de mim. Estamos aprendendo juntos a lidar com os nossos gênios!

E este foi o Post de hoje!!!! Obrigado pela visita e até a próxima!!!!

 

 

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *