Dicas de Leitura

A Noiva Devota – Família Hallinson – Livro 2

postado em maio 31, 2017
 

Olá meus Amores!!!! Hoje venho trazer para vocês a resenha do segundo livro da Família Hallinson da nossa escritora brasileira Mari Scotti!!!! Vem comigo se apaixonar por esta estória!!! Contem alguns Spoilers tá!!!!

 

 

Sinopse

Nascer um Hallinson jamais foi tão promissor como em sua geração, no entanto, carregar esse sobrenome era ao mesmo tempo uma dádiva e uma maldição para os herdeiros do amor lendário de Mical e Octávio. Tudo porque Madascocia tornou-se a cidade do casal que venceu uma maldição. Muitos curiosos passaram a visitá-la em busca de felicidade, amor eterno, casamentos duradouros e a solução para seus dilemas. Além das inúmeras superstições como passar pela sombra de um Hallinson; lançar cartas ao rio Llyin que corta a Mansão de Bousquet; as donzelas e matriarcas almejavam matrimônio com um dos jovens herdeiros.
Tentando adiar ao máximo esse desfecho, Samuel prolongou os estudos, mas, a saudade de uma donzela o faz retornar para casa antes do previsto.

É em um baile que todos os seus planos de a cortejar ruem. Flagrado em uma situação comprometedora, vê-se obrigado a se casar.

Ela sempre soube como se esconder da sociedade, como passar desapercebida entre as pessoas e não chamar atenção. Não que fosse complicado, ela era a mais nova das filhas, a menos formosa de sua casa. A que nasceu com uma ofensiva deficiência. Por acreditar que jamais seria notada, Rosalina guardou um grande segredo: seu amor por Samuel Hallinson. O que ela não esperava era cruzar o caminho do rapaz em um dos momentos mais constrangedores de sua vida e mudar seus destinos bruscamente.

 

Resenha

Depois de conhecer a família Hallinson e seu legado no livro a Montanha da Lua, Mari nos presenteou com a história de Samuel, filho caçula de Octávio e Mical!!!

Samuel Hallinson era um garoto em um corpo de homem, indeciso, que era protegido e amado pelos pais em demasia, mas no meu ver, ele é um personagem complexo, se sentia sempre em segundo plano, interiorizado pelo seu irmão Gregorio (futuro Duque de Bousquet), apesar de Gregorio nunca o tratar desta forma e sim o contrário. Mas Samuel se sentia assim e passa algumas páginas do livro: perdido!!!!

Já a nossa linda Rosalina Acker também se vê como a segunda e menos importante em sua casa, visto que a preferência da mãe está voltada para a sua irmã mais velha Isabel. Mas Rosa sonha com o seu mundo “cor de rosa” e nele o astro principal é o Samuel, verdadeiro amor da nossa protagonista desde os 6 anos de idade!!!
A forma como o destino cruza esses dois personagens foi para lá de inusitada: um espartilho muito apertado… kkk…
Rosalina na intenção de fica mais bela, acaba por comprar um espartilho com um número menor, pois como ela era mais “cheinha”, queria se sentir atraente e conseguir fazer com que Samuel a notasse no baile, porém o nosso garoto só tinha olhos para Isabel, que por sua vez, só tinha olhos para Gregorio. Ambos se sentindo renegados por seus “pares perfeitos” acabam sozinhos na varanda da casa onde o baile estava ocorrendo. Rosalina estava com dificuldade para respirar devido ao espartilho e quando Samuel viu os seus lábios roxeados, não pensou duas vezes e tentou ajuda-la, afrouxando o espartilho, claro que os dois foram flagrados e o escândalo estava feito.
Samuel se viu obrigado a assumir um noivado com Rosa no intuito de não prejudicar a moral da moça!!!!
Mas chega de Spoilers!!! A noiva devota foi para mim uma leitura deliciosa, aproveitei ao máximo as suas 248 páginas e fiquei com boca de quero mais, espero que a Mari continue a nos contar estórias maravilhosas da família Hallinson futuramente.

Com certeza indico a leitura deste lindo romance de época, pois vale muito a pena ver como uma obrigação de honra pode se transformar em lindo amor, e fazer duas pessoas que se sentiam incompletas e perdidas, se transformarem em um casal verdadeiramente feliz e completo.

 

 

Paulistana. Nascida em 22 de fevereiro de 1980. Formada em Recursos Humanos pela faculdade das Américas. Aprendeu a amar a literatura desde a infância quando sua mãe lhe mostrou um livro que estava escrevendo. Apoia sem reservas a literatura Nacional. Já gravou CD, compôs e hoje dedica a maior parte do seu tempo aos personagens.  Autora dos livros Híbrida – série Neblina e Escuridão pela Editora Novo Século e Insônia, série Nefilins. Criadora e administradora da fanpage de literatura nacional: Literatura Nacional BR e do Blog Coração de Papel. Responsável pela Semana do Livro Nacional no Estado de São Paulo desde 2014.

 

E este foi o Post de hoje!!! Até o próximo!!!!

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *