Turismo

Momento Turismo: Potsdam – Alemanha

postado em junho 02, 2017

 

Hoje trago aqui mais um momento turismo com a Nanda!!! Aproveitando o sol e o calor por aqui, fomos passear em Potsdam e eu resolvi trazer um pouquinho da história deste lindo lugar para vocês!!!! Vem comigo!!!!

 

Potsdam é uma cidade do leste da Alemanha, capital e cidade mais populosa do estado federal de Brandemburgo. A Leste, faz fronteira com Berlim, formando a região metropolitana Berlim/Brandemburgo.

Potsdam é mundialmente conhecida por seu legado histórico como residência dos reis da Prússia bem como pelo grande número de belos parques e palácios, entre outros o Palácio de Sanssouci. O conjunto, englobando 500 ha de parques e 150 edifícios erguidos entre 1730 e 1916, foi nomeado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1990. Desde meados do século XIX, Potsdam ganhou importância como centro científico. Hoje, conta com três universidades públicas e mais de 30 instituições de pesquisa. Cerca de 15% dos habitantes são estudantes. O bairro de Babelsberg é sede da UFA, um dos estúdios cinematográficos mais importante da Europa.

O que diz a história???

Diversos vestígios encontrados indicam para assentamentos humanos já na Idade do Bronze. Em decorrência das Migrações dos povos bárbaros, a tribu eslava dos Hevellos ergueu uma praça-forte nas margens do rio Havel, do lado oposto da foz do rio Nuthe. O primeiro registro oficial do local é o termo de doação do Emperador Otto III. do Sacro Império Romano-Germânico à Abadia de Quedlimburgo, datada de 3 de julho de 993. A importância da região deve-se ao domínio da passagem pelo rio Havel. O nome da cidade deduz-se das palavras eslavas ‘pod’ (em/perto de) e ‘dubimi’ (carvalho) — o que pode ser traduzido como “de baixo dos carvalhos”.

Em 1157, Alberto I., chamado o Urso, conquistou a cidade e fundou a Marca de Brandemburgo, integrando a Marca do Norte ao Sacro Império. Até o final do Sec. XII, Potsdam formava a ponta sudoeste da Marca. Em seguida, ergueu-se um castelo na passagem pelo rio Havel. Em 1317, a cidade e mencionada pela primeira vez nos documentos oficiais como burgo e cidade sob o nome de “Postamp”. Em 1345, recebeu o privilégio de cidade. Os séculos se passaram, e Potsdam continuava como pequeno burgo com um mercado. Entre 1416 e o fim da Primeira Guerra Mundial em 1918 — que também representa o fim da Monarquia na Alemanha –, Potsdam fazia parte do Império dos Hohenzollern. A Guerra dos Trinta Anos bem como dois incêndios em 1536 e 1550 devastaram a cidade.

 Palácio de Sanssouci

Sanssouci (em francês: sem preocupação) é o antigo palácio de Verão de Frederico o Grande, Rei da Prússia, em Potsdam, mesmo à saída de Berlim. É frequentemente incluído na lista dos palácios alemães rivais do Château de Versailles. Embora Sanssouci ostente o mais íntimo estilo Rococó e seja muito menor que o seu oponente construído no estilo Barroco Francês, é notável pelos numerosos templos e outras construções de jardim do seu Parque.

Desenhado por Georg Wenzeslaus von Knobelsdorff, entre 1745 e 1747, para suprir a necessidade que Frederico II da Prússia sentia de uma residência privada onde pudesse relaxar longe da pompa e cerimónia da Corte de Berlim, o palácio é pouco mais que uma grande villa de piso único, mais semelhante ao  Château de Marly que a Versalhes. Contendo apenas dez salas principais, foi construído no alto duma colina aterraçada, localizada no centro do parque. Tão grande foi a influência do gosto pessoal de Frederico no desenho e decoração do palácio que o seu estilo é caracterizado como “Rococó Fredericano”. Este monarca encarou o palácio de uma forma tão pessoal que o concebeu como “um lugar que pudesse morrer com ele”. Devido a uma discordância sobre a panorâmica do palácio a partir do parque, Knobelsdorff foi despedido em 1746. Jan Bouman, um arquiteto holandês, terminou então o projecto.

Durante o século XIX, o palácio tornou-se residência de Federico Guilherme IV, o qual empregou o arquiteto Ludwig Persius para restaurar e ampliar o palácio, enquanto Ferdinand von Arnim foi encarregado da melhoria da localidade e, desse modo, das vistas a partir do palácio. A cidade de Potsdam, com os seus palácios, foi um dos locais de residência favoritos da Família Imperial da Alemanha até à queda da dinastia Hohenzollern, em 1918.

Depois da Segunda Guerra Mundial, o palácio tornou-se uma atracção turística na Alemanha Oriental. Foi totalmente mantido com o devido respeito à sua importância histórica e aberto ao público. Depois da Reunificação da Alemanha, em 1990, o desejo final de Frederico II foi realizado: os seus restos mortais regressaram ao seu amado palácio e foram enterrados numa nova sepultura com vistas para os jardins que ele criou. Sanssouci e os seus extensos jardins foram classificados como Patrimônio Mundial da Humanidade em 1990, sob a protecção da UNESCO.

A localização e esboço de Sanssouci, acima de uma vinha, reflete o pré-romantismo ideal da harmonia entre homem e natureza, numa paisagem ordenada pelo toque humano. A produção de vinho, no entanto, destinava-se a ficar em segundo plano no desenho do palácio e dos jardins de recreio. A colina onde Frederico criou uma vinha em terraço destinava-se a ser o ponto fulcral do seu domínio, coroada pelo seu novo, mas pequeno, palácio (“mein Weinberghäuschen”) (“minha pequena casa de vinha”), como Frederico o chamava. Com as suas extensas vistas de paisagem rural no meio da natureza, Frederico queria residir ali sans souci (“sem preocupação”) e seguir os seus interesses pessoais e artísticos. Portanto, o palácio foi destinado ao uso de Frederico e dos seus hóspedes privados apenas durante os meses de Verão, do final de Abril ao início de Outubro.

Fonte: Wikipédia

 

E para ter uma idéia mais real da beleza do lugar, segue o vídeo abaixo que fizemos deste lindo passeio!!!!

 

 

 

 

E claro que para aproveitar a viagem tivemos que ir até o Outlet B5 que fica nas redondezas, este é um lugar que me obrigo a vir todas as vezes que estou por perto de Berlim, não necessariamente para comprar… kkk… visto que raramente faço isso , mas porque o local é muito agradável e eu adoro bater perna por lá!!!!

Neste Outlet podemos encontrar as melhores marcas vigentes da moda!!! Segue o link do site abaixo para dar uma olhada, são muitas lojas:

 

http://www.mcarthurglen.com/de/designer-outlet-berlin/en/

 

Se estiver vindo para cá, com certeza vale a pena a visita!!!!

 

E este foi o Post de hoje!!!! Espero que tenha curtido tanto quanto eu!!!! Uma ótima semana!!! E até o próximo!!!!

 

 

 

 

 

Fernanda Tusutiya
Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *