Dicas de Leitura

Uma dama imperfeita – Os Preston – Livro 2

postado em janeiro 29, 2018

Bom dia meus Amores!!! Hoje venho aqui dar continuidade a série Os Prestons de Lucy Vargas!!! Vem comigo se apaixonar por mais este romance épico recheado de muitas alegrias, surpresas e por que não dizer lágrimas!!!

Sinopse

Com seu futuro e sua reputação em risco, Bertha Gale descobre que nem a dama mais perfeita do baile consegue fugir do escândalo quando ele quer tomar seu coração e revirar sua vida, despertando paixão e ruína por onde passa.

Determinada a viver o seu primeiro amor, mas com o coração despedaçado, Bertha decidirá entre fugir ou se entregar e sobreviver às consequências.

Eric Northon, Lorde Bourne, é um escândalo ambulante. E tem mais problemas do que conta. Último herdeiro dos Northon, ele podia aprontar de tudo na temporada. Desde que se casasse no final. Ele só não podia se encantar peladama mais perfeitamente imperfeita da cidade. E decidir arrebatá-la. Para sempre. Sem medir esforços ou consequências.

Divirta-se com o grupo mais mal falado e cheio de apelidos que Londres já viu. Ninguém sairá impune da inesquecível temporada de 1816.

Resenha

Primeira coisa que tenho que ressaltar aqui é que esse livro não é sobre a Lydia Preston – a filha do Marques – e sim sobre a Bertha – melhor amiga de Lydia desde a infância – sim aquela menina doce e educada que é filha dos arrendatários do Marquês que acaba por ser criada praticamente junto de Lydia.

Diferentemente da Senhorita Preston, Bertha já era uma lady, sempre comportada e com bons modos, características essas que só foram aperfeiçoadas com  educação que recebeu na casa dos Preston, mas apesar da sua educação, das suas roupas finas, de viver cercada pelo luxo, Bertha sabia muito bem o seu lugar e nunca almejou mais do que a vida já tinha lhe dado,  ela continuava sendo uma ótima amiga, uma ótima filha e um exemplo na casa dos Preston.

“Por mais que suas roupas estivessem sempre perfeitas — bem, quase sempre —, Lydia jamais poderia fingir o talento que Bertha tinha. Sua amiga era uma verdadeira lady, como aquelas das pinturas que elas viam. Ou como a marquesa, que não se deixava abalar por nada. Lydia tentava, mas não podia explicar, simplesmente não foi feita para a perfeição nesse departamento. Em sua família, todos a adoravam exatamente assim. Porém, nos salões, estava sendo mais difícil para ela.”

E foi assim que ela foi como acompanhante de Lydia para a sua primeira temporada em Londres. E contrariando todas as expectativas, afinal as acompanhantes eram as solteironas e encalhadas ou até mesmo as mães ou senhoras mais velhas, nunca uma jovem linda e formosa como a nossa linda e romântica Bertha!!!

“Antes de chegar a Londres, ela nunca havia visto nada assim, mas já tinha ido a bailes campestres. Depois da reforma, a mansão de Bright Hall voltou a brilhar e o salão era belo e iluminado. Porém, não era como a mágica da temporada na cidade, onde toda aquela opulência foi feita de propósito, com um único intuito. E havia tanta gente. E tantos convites. Não era possível que o amor da vida de alguém não entrasse por uma daquelas portas ricamente entalhadas, certamente usando uma casaca formal perfeitamente cortada, com um belo nó no lenço e preenchendo sua vestimenta com seu corpo atlético e bem proporcionado.”

E foi em desses bailes no começo da temporada que Bertha conhece Eric Northon, formalmente conhecido como Lorde Bourne (em breve seria um Conde) ou Diabo Loiro conforme apelido dado por Lydia.

Eric estava à procura de uma esposa, uma jovem dama para lhe fazer companhia e ajudá-lo a criar Sophie – sua única sobrinha que infelizmente perderá os pais e por quem ele já nutria um amor paterno verdadeiro.

Eric precisava e logo dar continuidade a sua família, pois a mesma estava desaparecendo, afinal hoje ela resumia-se apenas ao seu velho e desagradável avô, sua sobrinha e ele. Sendo que seu avô já ultrapassara a expectativa de vida atual há anos. E Eric ainda era jovem, mas era também o único herdeiro do conde de Sheffield.

E foi de bailes em bailes que o romance entre Bertha e Eric foi nascendo e porque não dizer florescendo, mas não pense que foi como o conto de fadas, não, Bertha tinha muito pé no chão e lutou muito para não se envolve com o futuro Conde, pois ela sabia que a relação dos dois jamais seria aceita pela sociedade e ela só poderia ser uma “amante” e jamais uma esposa.

“Sem permissão, a mente de Bertha a fez pensar em como ele ficaria com aquelas ondas despenteadas pelo vento e no meio do campo; certamente mostraria melhor a cor certa do cabelo. Seus olhos eram claros, mas ela teria de fazer um esforço mental para nomear a cor. Algo entre o verde de um lago e um tom claro de castanho. Era uma cor turbulenta. Por que ele não podia simplesmente ter olhos azuis ou castanhos ou verdes? Como ela, que tinha olhos castanhos; os olhos de sua mãe. Eram iluminados, a cor era quente, mas distinguível.”

O que posso dizer sobre o Eric??? Acredito que ele era um romântico assim como Bertha!!! E que correu muito atrás do que ele queria, mas confesso aqui que a jornada foi muito turbulenta!!!

“— Cada vez que eu a encontro, que escuto sua voz e que finalmente a toco, eu tenho mais certeza de que não há outra para mim. Eu quero um para sempre e vou buscá-lo em você.”

Mas chega de Spoiler!!! Como de costume eu indico a leitura da obra na sua íntegra, e assim como o livro anterior da Lucy você pode contar com uma estória recheada de emoções, como personagens maravilhosos que aquecem o nosso coração!!!

Uma dama imperfeita possui 522 páginas e foi lançado em maio/2017!!!!

Lucy Vargas é uma jornalista e escritora carioca com vários livros publicados. Sua paixão pela escrita começou cedo, quando assistiu a primeira novela da vida, odiou e reescreveu tudo. Desde então nunca mais parou e escreveu todo tipo de história que lhe agradasse.

Lucy escreve romances contemporâneos e de época, como Cartas do Passado e As Cartas da Condessa. A sua Série Ward, best-seller da Amazon, iTunes, Kobo e Google Play, vendeu mais de 30 mil e-books. E a levou a ser autora revelação do iTunes. E a primeira autora brasileira convidada pelo Google a publicar seus livros independentes na Play Store. Onde ficou semanas em #1 e #2 lugares e entrou para os Melhores do Ano de 2015.

Lucy é a primeira autora independente e brasileira a chegar as listas de mais vendidos de todas essas livrarias online.

 

E este foi o Post de hoje!!!! Obrigado pela visita e até a próxima!!!!

 

 

 

Fernanda Tusutiya

posts relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *